sexta-feira, agosto 18, 2017
Não Click

Outubro, mês do Rosário

O Rosário é, sem dúvida, a oração mariana com maior expressão na tradição da Igreja. “Rosário” designa originalmente uma coroa de rosas e, tal como uma Ave Maria assume o valor de uma rosa oferecida com amor à Virgem, assim o rosário se traduz numa coroa de rosas que devota e humildemente o fiel cristão entrega a Nossa Senhora, sua Mãe.

Segundo a tradição, terá sido a São Domingos que, nos finais do séc. XII, a Virgem Maria confiou esta devoção, quando o pregador se preparava para enfrentar a heresia albigense. Por esta altura, as ordens mendicantes, quer os dominicanos, quer os franciscanos deparavam-se com grandes dificuldades em cumprir os hábitos dos monges, nas ordens religiosas mais antigas, que nos seus mosteiros rezavam todos os dias os 150 salmos da Bíblia. Por sua vez, os mendicantes não o podiam fazer, não só por causa da sua pobreza e estilo de vida, mais aberto ao contacto com as populações, mas também porque em grande parte eram analfabetos. Assim nasceu o Rosário, também designado por “Saltério de Nossa Senhora” ou “Bíblia dos pobres”, com 150 Ave Marias, devoção que, pela sua simplicidade, rapidamente se estendeu ao povo humilde da cristandade.

Disse recentemente o Papa Francisco: “No Rosário, dirigimo-nos à Virgem Maria para que nos guie rumo a uma união cada vez mais íntima com seu filho Jesus, para nos conformarmos com Ele, para termos os seus sentimentos e para agirmos como Ele”. Neste mês  de Outubro, e seguindo o insistente apelo de Nossa Senhora em Fátima, deixemo-nos convencer pelo poder do Rosário! Pela paz no mundo e nos corações, pela nossa conversão… Exercitemos com Maria o nosso amor a Cristo, sem nos cansarmos de lhes declarar esse mesmo amor, em compensação das nossas, também repetidas, faltas.

Peguemos mais vezes no terço e rezêmo-lo com mais fé, mais fervor e também com mais fidelidade nas nossas famílias.

Pe. Fábio Bernardino (2015, Outubro). Coluna Mariana: Outubro, mês do Rosário. Pedras Vivas – Folha de Informação da Paróquia de Leiria, p. 3.

 

O sacerdote fala mais acerca do Santo Terço em entrevista ao canal Terço Livre. Parte da entrevista pode ser vista aqui:

About The Author

Leave A Response