Não Click

Meu site, minhas regras.

Wednesday, August 12, 2020

O maior inimigo da liberdade

 

Eu não tenho dúvidas de que o maior inimigo da liberdade (em todos os seus aspectos) hoje, é a grande mídia. O que antes era a garantia de uma sociedade livre hoje é seu pior inimigo.

Quem controla a informação controla as opiniões. Quem controla as opiniões controla ações. Quem controla ações escreve a história. Quem escreve a história controla a narrativa dos fatos. Uma sociedade controlada pela manipulação da informação, pelo monopólio dos meios e das ideias não é uma sociedade livre.

Ninguém é totalmente livre de influências. A liberdade não está em não ser influenciado. A liberdade está em saber quem te influencia e porque. Se você não sabe da onde vem suas ideias e crenças você não sabe quem te influencia, e muito menos a razão por trás de tudo isso. Você não é livre, você não pensa com sua própria cabeça.

Realidade, utopia ou analfabetismo funcional?

Talvez as três coisas mescladas. Vamos a algumas definições rápidas.

utopia
substantivo feminino

lugar ou estado ideal, de completa felicidade e harmonia entre os indivíduos,
qualquer descrição imaginativa de uma sociedade ideal, fundamentada em leis justas e em instituições político-econômicas verdadeiramente comprometidas com o bem-estar da coletividade.

POR EXTENSÃO

projeto de natureza irrealizável; quimera, fantasia.

⊙ ETIM lat. utopia, nome dado por Thomas Morus (humanista inglês, 1477–1535) a uma ilha imaginária, com um sistema sociopolítico ideal

Ao realizar um auto exame e ao observar as pessoas a minha volta e suas diferentes opiniões sobre os temas da atualidade, eu percebi um misto de utopia e de analfabetismo funcional em suas capacidades analíticas sobre a realidade. Segundo o INAF, analfabeto funcional é aquela pessoa que não consegue distinguir fato de opinião em um texto. Ainda segundo alguns intelectuais e estudiosos como Rafael Falcon, essa deficiência vai além da capacidade de leitura.

“ Quem não consegue distinguir fato de opinião em um texto também não consegue distinguir fato de opinião quando está ouvindo […] Então todas essas deficiências de linguagem não se refletem só quando as pessoas estão lendo elas se refletem na comunicação diária.”

Recomendo assistir essa palestra

Dado que o nosso desenvolvimento cognitivo se dá desde seu inicio ao mesmo tempo que o desenvolvimento literário na escola, pode-se concluir que o desenvolvimento cognitivo e, a capacidade de percepção da realidade, são influenciadas pelo ensino escolar, ora o potencializando para um desenvolvimento saudável, ora para uma deficiência. Desse modo fica mais claro compreender como algumas pessoas analfabetas, sejam idosos, ou pessoas de extrema pobreza que nunca estiveram em uma escola, não sofrem dessa incapacidade de distinguir fato de opinião em uma conversa. Elas não foram deformadas pela ensino escolar atual.

Tudo isso somado, resta na cabeça do brasileiro uma total incompreensão da realidade e de si mesmo. Confundem sonho com realidade, o possível com o impossível, num misto de analfabetismo funcional e sonho utópico por um futuro brilhante. Esses anseios são o prato cheio para políticos demagogos, ideólogos totalitários e anti democráticos, que alimentam a imaginação popular com promessas impossíveis de um mundo melhor, aumentando assim a ilusão nacional até o ponto da insanidade e da histeria total.

É de um ambiente assim que surgem os totalitarismos, a intolerância contra aqueles que ousam emergir da massa burra e pontar dizendo: “vejam, o rei está nu!”

Escravizados pelo hedonismo e dependentes do Estado, que julgam ter o dever de satisfazer todas as suas necessidades, a massa analfabeta, imatura, egoísta e utópica amputa todas as possibilidades de um futuro melhor para si mesma, trocando de 4 em 4 anos o chicote que o seu senhor usa para castigá-la. De vez em quando um impeachment troca de senhor, sem trocar de chicote, e assim a ilusão de liberdade vai se mantendo e a escravidão aumentando.

Qualquer coisa que fuja das ideias erroneamente pré-concebidas de liberdade, de justiça e até mesmo de realidade é violentamente rechaçado pelo monopólio da mídia, pelos artistas e pelos donos do poder até ser ecoado histericamente pela sociedade, que já não tem capacidade própria de compreensão da realidade ou de si mesma.

Show More

Deixe uma resposta